É possível encontrar grandes empresas que utilizam NoSQL e conseguem ter resultados que são bem interessantes. Uma vez que a demanda dessas organizações sempre irá pedir por softwares que automatizem o processo. A ideia desse banco de dados é ir além do que os bancos relacionais vão.

Notadamente é algo que tem a capacidade de se adaptar as diversas necessidades que estão aí presentes.  A escalabilidade é um ponto sempre muito positivo desse tipo de banco de dados, pois automatiza o processo. O time de desenvolvimento economiza tempo e as entregas costumam ser bem rápidas.

A ideia central dessa postagem é mostrar quais são as grandes empresas que utilizam NoSQL. Antes disso será mostrado o que significa esse tipo de banco de dados, permitindo assim um entendimento melhor. É adequado apenas seguir por aqui e assim descobrir tudo sobre esse assunto que é tão importante.

 

Entendendo tudo sobre os NoSQL

A primeira vez que esse termo foi utilizado foi em 1998 e tinha relação com um banco de dados que não era relacional. O código é aberto e o mesmo diferencia-se dos bancos de dados não relacionais, porque o movimento do NoSQL é outro.

Dessa forma, o autor defender que o nome correto deveria ser de “NoREL” ou mesmo algo que fosse parecido com isso. A realidade é que esse banco de dados surge mediante a algo que aconteceu de forma rápida. Trata-se da internet e a forma como a mesma foi se popularizando na década passada.

Era preciso conseguir atender as novas necessidades, que quase sempre estavam relacionadas com os dados novos. Essa questão fez com que existisse um tipo de necessidade de tratamento e ao mesmo das manutenções.

Os bancos de dados NoSQL entrou justamente aí e permitiu que o processo pudesse ficar muito mais fácil. É adequado citar que uma parte significativa dos bancos de dados estarão relacionados aos bancos relacionais. O objetivo desse banco de dados é fazer com que o armazenamento seja feito adequadamente.

A modelagem relacional é limitada em formatos que são variáveis e para superar esse problema é preciso criar tabelas indicadas para isso. Os bancos devem ser utilizados para fornecer uma disponibilidade alta e um poder maior de processamento, já que a escalabilidade permite atender tudo com agilidade.

É necessário citar que as grandes empresas que utilizam NoSQL possuem uma disponibilidade financeira interessante. Isso faz com que seja os gastos em infraestrutura possam ser cobertos com um planejamento bem mais eficiente.

Os bancos NoSQL estão à disposição de todos oferecendo uma boa opção para os envolvidos nesse processo. Resta apenas aproveitar essa oportunidade para melhorar ainda mais o rendimento de todo o time de desenvolvimento.

Quais são as grandes empresas que utilizam NoSQL?

A lição que as grandes empresas que utilizam NoSQL deixam para as pessoas a chance de saber que trata-se de algo confiável. Essas organizações precisam atender uma necessidade global e isso é possível apenas com boas práticas. Isso deixa para todos um exemplo de como as estratégias podem ser aplicadas.

Lembre-se que se funciona nas grandes empresas que utilizam NoSQL também pode ar certo na sua empresa. Para tal é preciso trabalhar na sua equipe, mudando os hábitos, integrando os times e caprichando na mudança de mentalidade do time. Veja a seguir as organizações que optaram por isso:

Facebook

Atualmente o Facebook tem mais de 2,3 bilhões de usuários em todo mundo, ou seja, é praticamente um monopólio. É por essa razão que essa é uma das grandes empresas que utilizam NoSQL e conseguir ter ótimos resultados.

A necessidade para utilizar os bancos de dados NoSQL vem do desenvolvimento de vários tipos de funcionalidades. O objetivo claro era permitir que a fosse feita a leitura e gravação de forma assíncrona no próprio disco rígido.

Foi preciso ligar com os seguidores que estavam desatualizados, isso devia-se a novas instalação no servidor. Sem contar que em alguns outros casos, como por exemplo, aquelas situações em que o disco poderia até estar mais lento.

Google

Em 2015, o Google tinha mais de 2,2 bilhões de usuários, porém essa contagem parou, portanto, é complicado de dimensionar. Sem dúvidas, trata-se do maior buscador e talvez seja a empresa de tecnologia que mais cresce atualmente.

O Google está incluído na lista das grandes empresas que utilizam NoSQL, porque é uma empresa que inova a cada dia. Isso faz com que os seus bancos de dados precisem ser não relacionais, para garantir uma performance melhor.

Especialmente no quesito de conseguir fazer a manipulação dos dados que podem até apresentar algumas mudanças no seu formado. Outra vantagem é a escalabilidade, ou seja, a chance de ter uma plenitude de rendimento.

Globo

A Globo é a maior rede de televisão do Brasil e na América Latina perde apenas para a TELEVISA. Os donos da empresa possuem mais de R$ 42 milhões de posses e hoje o website oficial mostra noticias sobre todos os tipos de assunto.

A globo começou a adotar os bancos de dados NoSQL em 2010, o uso maior é do MongoDB. Já que trata-se de um banco de dados que é mais adequado a documentos, aliado ao Redis (chave-valor) e o Virtuoso (banco semântico).

A gerencia da empresa justifica a utilização pelo fato de oferecer maiores opções para que a solução seja encontrada. Sempre estará relacionado com o problema, portanto, a globo está entre as grandes empresas que utilizam NoSQL.

É preciso salientar que esse tipo de utilização será feito para conseguir que as características de cada tipo de banco NoSQL seja encontrado, em seguida é possível conseguir uma maior adequação aos requisitos daquele produto.

Yahoo

A Yahoo não costuma liberar informações sobre o número de usuários, especialmente depois do ataque de hackers em 2016 que fez com que os dados de 500 milhões de usuários fossem roubados, ou seja, o risco foi bem grande.

A empresa mante um site de notícias respeitado, um servidor de e-mails também, portanto, é preciso ser algo de confiança. A melhor coisa para a empresa era garantir um serviço atualizado e inerente a necessidade atual.

O Yahoo é uma das grandes empresas que utilizam NoSQL e ultimamente tem conseguido lidar com os bancos de dados não relacionais. Grande parte dos usuários parecem ter recuperado a confiança nos serviços da empresa.

The New York Times

Trata-se de um dos maiores jornais de todo o mundo e aquele que talvez seja o mais respeitado internacionalmente. O jornal conta com uma infinidade de acessos e hoje mantem mais de 2 milhões de assinantes ativos.

A utilização de toda a infraestrutura do MongoDB mostra que o jornal consegue ter sempre uma maior flexibilidade. Especialmente quando o assunto é enfrentar esse fluxo constante de negócios atuais, ou seja, é preciso se adaptar-se.

Estar entre as principais grandes empresas que utilizam NoSQL faz com que o The New York Times esteja em posição de destaque. O estudo sobre as respostas do NoSQL fez com que hoje essa a melhor opção para o jornal.

Por exemplo: por meio dos estudos a gerencia chegou ao melhor dia e horário para twittar alguma coisa. Ainda foi possível saber os tipos de assuntos que geravam mais interação com os seguidores, ou seja, aumenta a visibilidade.

Amazon

A Amazon hoje conta com mais de 100 milhões de usuários, portanto, é preciso atender uma demanda que é muito grande. O grupo trabalha com vendas online e tem hoje uma das maiores bibliotecas virtuais existente em todo o mundo.

Trata-se de algo que é reconhecido no mundo como um banco de dados que faz com que seja simples de fazer o desenvolvimento. Sem contar que a baixa latência e principalmente resiliência, permite ter uma maior economia de tempo.

Esse banco de dados vai permitir ter acesso a vários tipos de modelos de dados, ou seja, para armazenamento, modelagem de dados gráficos e até armazenar documentos, portanto, mantendo sempre a mais alta qualidade do serviço.

A Amazon está incluída entre as grandes empresas que utilizam NoSQL, porque pensa em melhorar ainda mais o seu serviço. Sem dúvidas, a principal vantagem é que que supera os bancos de dados relacionais com facilidade.

Ebay

Uma das maiores empresas do mundo e ainda por cima tem um dos sites mais populares para venda. Por exemplo: é possível adquirir um produto usado nos Estados Unidos e recebe-lo no Brasil, portanto, é sempre uma boa opção.

A utilização do MongoDB permite que exista uma maior velocidade das tomadas de decisões e o problema é resolvido mais rapidamente. Para um site que precisa estar no ar para funcionar, essa é uma das melhores vantagens.

Assim como as grandes empresas que utilizam NoSQL citadas anteriormente, essa organização precisa de algo maior. Os bancos de dados relacionais não estavam mais dando conta do recado e era preciso mudar a visão da empresa.

Guardar todos aqueles dados dos itens, das compras e até mesmo de todas as vendas, não é algo muito simples. É adequado existir um cuidado e os bancos de dados NoSQL vão fornecer a opção de resolver esse problema com rapidez.

Twitter

O Twitter fecha essa lista das grandes empresas que utilizam NoSQL e hoje conta com mais de 336 bilhões de usuários. É uma das maiores redes sociais do mundo e faz muito sucesso no Brasil, devido a sua interface bem intuitiva.

O número de usuários cresce a cada dia, ou seja, o armazenamento de dados acompanha essa curva de crescimento. O problema é que o serviço também deve acompanhar esse processo, permitindo assim um equilíbrio.

Os bancos de dados relacionais não terão essa capacidade e o Twitter inteligentemente optou pelo NoSQL. Esse fato permite eliminar o desequilíbrio, ou seja, é possível atender a necessidade com maior agilidade em tudo.

Atendimento Mundo DevOps
Enviar via WhatsApp