Consegui desenhar um pipeline de entrega contínua não é algo simples, portanto, é necessário atenção. Antes de qualquer coisa, é necessário conhecer mais sobre a empresa e também as necessidades. O principal é procurar entender que não existe “receita de bolo”, ou seja, tudo deve ser direcionado.

Estabelecer pré-requisitos básicos é um pressuposto importante, só que será necessário modificar a mentalidade da sua equipe. Tentando automatizar os processos e fazendo um controle de versão de tudo. Dessa forma, tanto o app e também o ambiente que no momento está sustentando o mesmo.

A ideia é desenhar um pipeline de entrega contínua para conseguir que as versões do aplicativo possam estar prontas. Sempre privilegiando as entregas na produção e assim permitindo que o andamento mantenha-se o mesmo. É preciso que todos compreendam isso e a postagem vai auxiliar a todos nisso.

Por onde é importante começar?

Como todos sabem a entrega continua deve ser vista como um processo, portanto, não é um botão que “liga e desliga”. É necessário ter um plano para que a implementação seja boa e também seguir alguns passos nessa direção. Procurando sempre reavaliar e também revisar esse processo como um todo.

O mais importante é compreender que toda uma organização está sendo modificada para melhor. A promessa foi conseguir uma metodologia mais eficiente visando um software que possa ser o melhor. Tudo não vai ser feito apenas de uma única vez, portanto, é necessário ir um pouco além disso.

Antes de começar a desenhar um pipeline de entrega contínua é necessário seguir alguns passos. Lembre-se que tudo deve ser devagar e não de uma única vez, ou seja, a paciência será sempre um fator preponderante. Muitos querem, porém aqueles que conseguem sempre vão seguir algumas dicas sobre o tema.

Afim de facilitar a vida de todos os envolvidos, foi preciso mostrar os seis passos básicos para conseguir implementar. Para desenhar um pipeline de entrega contínua é necessário que os mesmos sejam seguidos, porém de acordo com a situação pode ser mais indicado tê-los apenas como um modelo. Veja a seguir:

1.    Opte por iniciar com um projeto menor

Um dos erros mais comuns que as empresas cometem é de querer fazer tudo de uma única vez. Sem esquecer também que será ao mesmo tempo e grande parte disso deve-se unicamente aos mais otimistas.

Os mesmos desejam gerar as receitas de forma grande e também rapidamente, pois querem confirmar que a escolha da organização foi acertada. A ideia é mostrar rapidamente que o compromisso acertado foi o cumprido por todos.

Os mesmos têm uma forte tendência a fazer um enfrentamento de um projeto que é bem complicado. Existirão nesse processo vários tipos de voltas e reviravoltas, essa abordagem vai querer ter altos ganhos, porém com problemas.

A abordagem mais adequada na hora de desenhar um pipeline de entrega contínua é ser mais pragmático. O objetivo principal é iniciar o projeto indo devagar e sempre com um projeto que seja pequeno, ao mesmo por enquanto.

A ideia central é fazer com que a organização aos poucos comece a testar a entrega continua. Sem esquecer também de aos poucos indo se acostumando com esses novos procedimentos que ainda vão ser novidades.

É primordial escolher uma nova área que tenha expectativas novas que faça com que a entrega não seja vinculada a nenhum pipeline legado ou mesmo um antigo conjunto de procedimentos, portanto, tenha atenção nisso.

Procure lembrar-se sempre que as pequenas mudanças vão ser mais fáceis de testar e fazer as correções. Conforme forem incrementadas nos aplicativos vai permitir que tudo possa ser sanado caso existam problemas.

Cada uma das mudanças pode conseguir entrar no pipeline com muito mais rapidez. As organizações podem fazer deploys que sejam mais curtos, rápidos e consigam trazer os resultados almejados.

2.    Definição de um processo

Logo após a escolha de um projeto inicial, é o momento de fazer a definição do projeto. Trata-se de algo que é simples e vai permitir que tudo possa ficar melhor ainda, uma vez que o processo é rápido.

Basta escrever cada parte disso em um livro ou mesmo quadro negro, obviamente que pedindo auxilio dos funcionários. Em seguida, todo o fluxo de trabalho estará claro e ficará muito mais fácil de conseguir fazer o desenho.

Para que desenhar um pipeline de entrega contínua seja mais simples, pode ser interessante optar por ferramentas. Basta escolher um grande conjunto de ferramentas e criando um junto de metas claras para a equipe.

Lembre-se que para começar um projeto, é necessário mapear um processo, entender como funcione e por fim atribuir funções. O processo deve ser feito de forma meticulosa, pois vai permitir ter uma maior atenção aos detalhes.

3.    Assegurando uma cultura sem culpa

Para conseguir que a implementação dessa metodologia seja eficiente, é importante ter metas compartilhadas. É necessário que as pessoas aprendam um pouco mais a considerar tudo isso para que possa fazer sentido.

É necessário que as pessoas não tenham isso como o fim do “trabalho das pessoas”, portanto, tenha cuidado. Na hora de desenhar um pipeline de entrega contínua lembre-se da fase de implementação.

Procure efetuar uma verificação continua de que está promovido uma cultura sempre sem culpa. Algumas questões vão surgir em qualquer tipo de implementação de entrega continua e um cuidado com a garantia disso é essencial.

O ideal é que as pessoas não apontem mais os dedos para as outras, pois é prejudicial. Trata-se de um time, ou seja, todos devem auxiliar quem errou e não ficar apontando os dedos para essas pessoas.

Todas as culturas DevOps que foram eficientes trabalham com a aceitação do fracasso e um calculo de riscos. É necessário compreender que toda mudança vai exigir diretamente um mapeamento desse tipo de risco.

Todos devem procurar melhorar o pensamento e trabalhar em uma cultura que consiga ajudar as partes envolvidas. Gestão e colaboradores fazem parte de um mesmo time, portanto, fracasso ou êxito é correspondente a todos.

4.    Definindo métricas e medindo o seu sucesso

Tudo que não é planejado não pode ser cobrado e mesmo vale em relação a medição do que foi planejado. É necessário compreender como está indo o trabalho, ou seja, fazendo tudo com o máximo de cuidado possível.

Para conseguir desenhar um pipeline de entrega contínua é necessário que você melhore constantemente. Cada etapa do processo deve ser pensada para conseguir melhorar aquele projeto com cuidado aos detalhes.

Um movimento muito importante pensar que a melhora continue é um caminho e dentro disso existiram as escolhas. Decidir quais serão os atalhos serão fundamentais é necessário e vai te ajudar a sempre mensurar a melhoria.

Busque medir tudo, ou seja, as mudanças menores e também as maiores, porque tudo estará ligado. Lembre-se que é possível efetuar pequenos testes enquanto o trabalho está sendo realizado, ou seja, as vantagens são imensas.

5.    Adotando a configuração como código

A capacidade de automatizar a configuração é um aspecto chave da entrega continua como um todo. Essa prática DevOps de toda a configuração como um código vai garantir a consistência de um projeto de Entrega Continua.

A eliminação dos problemas deve ser feita toda vez que uma versão for enviada a produção. Obviamente que existirá também a reconstrução de sua configuração e também as questões potencialmente inconsistentes.

Para desenhar um pipeline de entrega contínua é necessário compreender a implementação disso. O principal é ter certeza de que as ferramentas estão permitindo um aproveitamento do gerenciamento das configurações.

O DZone fez um estudo e 49% das organizações utilizam uma ferramenta de gerenciamento. Mais de 48% usam um sistema para o controle da versão referente as alterações dessa infraestrutura e a configuração do sistema.

Outros 73% preferem utilizar os scripts que são manuais para a metade das alterações ligadas a infraestrutura. Esse é o outro lado, fato é que tudo vai depender apenas de quem está analisando a necessidade da empresa.

6.    Orquestrando um processo

Chega-se o momento mais adequado para fazer a definição da sua pipeline, porém é preciso orquestrar. Para conseguir desenhar um pipeline de entrega contínua no orquestramento desse processo, é necessário ver os passo a seguir:

  • Visualize o pipeline– O pipeline de build deve ter uma visualização agradável e clara, pois a ideia é permitir uma melhor comunicação. Sempre com transparência no processo para todos os envolvidos nisso.
  • Escolha a granularidade certa para cada trabalho– Faça toda uma distribuição de todas essas etapas no pipeline com várias tarefas. Será mais fácil permitir uma melhor identificação desses gargalos existentes.
  • Compartilhe artefatos de build via pipeline– Procure assegurar que o artefato candidato possa ser utilizado pela maioria das compilações na sua pipeline.
  • Assegure compilações reprodutíveis– O repositório limpo deve ser conectado ao espaçamento de todo o trabalho de compilação. Busque configurar o sistema dessa compilação, utilize um repositório central que seja compartilhado para as dependências dessa compilação.

Toda a entrega continua deve ser vista de forma inicial por parecer um desafio bem assustador. A grande questão é que é algo que vale a pena e existem várias ferramentas a disposição que podem ser utilizadas para fazer a gerencia.

Obviamente que alguns plugins Jekins que são disponíveis para as pessoas de forma livre. Tendo um pouco de cuidado e muita determinação é mais fácil de conseguir desenhar um pipeline de entrega contínua.

É necessário que acima de qualquer coisa, os prazos sejam respeitados e a equipe deve ser consultada. Nada precisa ser feito sem que exista a participação de todos os envolvidos, porque os mesmos serão os responsáveis pela mudança.

Quais serão para desenhar um pipeline de entrega contínua e não enfrentar maiores problemas?

Uma vez mostrado todas as informações anteriores, chega-se o momento de mostrar um pouco mais sobre as fases. Existirá 5 passos simples e que vão mudar de acordo com a situação, porque nada é igual.

Confira a seguir o que precisa ser feito e as informações passadas vão te auxiliar na compreensão um pouco mais sobre todas essas questões e nada melhor do que ver tudo abaixo, veja:

Desenvolvimento

Essa é a parte mais complicada e vai corresponder a todos os passos necessário para desenvolver o projeto. Conforme mostrado anteriormente, é necessário trabalhar também na cultura que a empresa tem e nos seus funcionários.

É preciso destacar que por se tratar de uma parte que é chata, muitas pessoas não gostam muito. Dessa forma, é primordial ter atenção, chamar a participação de todos e fazer todo o processo de forma colaborativa.

Teste de qualidade

Tudo que não pode ser medido automaticamente mensuração se funciona ou não ficará bem complicada. O teste de qualidade é o momento mais adequado para fazer os ajustes que forem necessários, porém tudo deve ser feito antes.

Lembre-se de antes de entregar o projeto, já ter mapeado a maioria dos erros, porém prepare-se para os que vem na sequência. Aquela expressão de que “treino é treino e jogo é jogo” deve sempre ser considerada por todos.

Homologação

Uma vez tudo sendo feito da forma correta, a homologação será o passo seguinte a ser realizado. É preciso que acima de qualquer coisa, o aspecto legal seja respeitado em todo esse processo.

Irá englobar a empresa e também aquilo que foi realizado, portanto, é algo duplo e primordial. Dar uma olhada nas leis é fundamental, porém na maioria dos casos a empresa contará com um setor jurídico para auxiliar em tudo isso.

Pré-produção

A pré-produção é uma das partes fundamentais na hora de desenhar um pipeline de entrega contínua. Aqui é o momento mais adequado para produzir e na sequência efetuar os testes que forem devidos. É essencial que aqui tudo seja corrigido e aprimorado para chegar a questão seguinte que é importante.

Produção

Por fim, mas não menos importante, chega-se a hora de começar a sua produção. Todos os passos mostrados até aqui são fundamentais e vão garantir que essa parte possa ser feita com êxito. A dica final é procurar fazer tudo de forma pausada e principalmente indo parte a parte, pois será a melhor escolha.

 

Atendimento Mundo DevOps
Enviar via WhatsApp