Qualquer banco de dados tem uma importância vital para a rotina de toda e qualquer empresa, especialmente as desenvolvedoras de softwares. Por essas razões, é que saber mais sobre o embate entre bancos NoSQL vs Relacionais é importante e pode auxiliar a todos com informações que são sempre valiosas.

É preciso que antes de qualquer coisa exista uma separação de ambas e na sequencia fica mais simples de saber mais sobre qual é. É primordial conhecer profundamente qual escolher entre os bancos NoSQL vs Relacionais. O mais interessante é seguir por aqui, porque a postagem irá te auxiliar nisso tudo.

Bancos NoSQL

Antes de explicar tudo sobre os bancos NoSQL vs Relacionais, é preciso conhecer o primeiro caso. Já que isso será de grande valia e irá te ajudar a conhecer mais sobre esse assunto que é tão importante. Trata-se de um banco de alto desempenho, ou seja, é conhecido também como não relacionais.

Isso quer dizer que não é utilizado o SQL, portanto, é uma linguagem de consulta e isso é fundamental. O NoSQL teve a sua criação com um objetivo que é claro e ao mesmo tempo para uma performance melhor. Já que as soluções anteriores a essa não conseguiram oferecer algo que conseguisse ser o melhor para aquilo.

A escalabilidade horizontal é um ponto interessante e tem o objetivo de suprir as suas necessidades. A ideia é fazer com que os bancos relacionais não sejam mais eficazes para a sua necessidade. Vão existir 4 tipos de bancos de dados inerentes a isso, portanto, confira a seguir um pouco mais sobre cada um:

Documento

Os dados vão ser armazenados como se fossem documentos, ou seja, é algo muito mais vantajoso para as partes. Os documentos podem até ser descritos de acordo com a necessidade e vai depender apenas de quem os guardou.

Como por exemplo no formado de chave-valor, o padrão pode ser conhecido como o JSON e é usado por muitos. A mongoDB é um banco de dados que funciona assim e basta apenas fazer a utilização da melhor forma possível.

Colunas

Nesse caso, os dados são armazenados em linhas particulares, ou seja, de tabela no disco. Isso permite que seja mais simples de conseguir suportar algumas linhas, colunas e no fim isso fará muito mais sentido para os envolvidos.

É permitido também a utilização das sub-colunas, ou seja, é um banco de dados em família. Um bom exemplo é o Cassandra, que irá atender a necessidade de conseguir que tudo possa ser guardado em coluna, com muito mais segurança.

Grafos

Trata-se de algo revolucionário, permitindo que os dados possam ser armazenados na forma de grafo. Isso quer dizer, em vértices e também arestas, ou seja, é uma boa alternativa para atender uma necessidade parecida com isso.

Para aqueles que ficaram interessados, o Neo4j é um banco que terá a utilização quase que completa em grafos. Isso dá a todos a possibilidade de trabalhar em duas frentes citadas anteriormente e até mesmo de misturar ambas, caso deseje.

Chave-valor

A família de dados NoSQL que suporta mais dados é essa, porque tem todo o conceito diferenciado. Dessa forma, um determinado valor pode ser acessado por meio de uma chave identificadora única, ou seja, irá suportar bastante.

Para que o entendimento fique bem melhor, é preciso citar um exemplo e nesse caso o banco de dados é o Riak. É mediante a tudo isso, que a utilização ficará mais simples e no final das contas, fará a você aquilo que você precisa.

Bancos Relacionais

Uma vez compreendido uma parte do tema, ou seja, bancos NoSQL vs Relacionais é o momento de entender a outra parte. A sigla SQL significa “Structured Query Language” que se traduzido para o Português significa “Linguagem de Consulta Estruturada” e isso é muito importante ser mencionado.

Trata-se de uma linguagem de consulta referente aos bancos de dados relacionais. Por meio do SQL, é permitido fazer a execução de vários tipos de comandos referentes a: consultar, gerenciar, alterar e até mesmo criar, tudo isso relacionado as informações, dentro do seu banco de dados existente.

É frequente mencionar que os bancos SQL vão seguir sempre uma modelagem que é totalmente relacional. Os mesmos vão se basear diretamente no fato de que todos esses dados devem ser guardados em tabelas. Afim de auxiliar na melhor compressão, confira a seguir as vantagens e também desvantagens:

Vantagens

Para entender da forma correta, quais são as vantagens do banco de dados não relacionais é adequado mostrar tudo. Nada melhor do que ter a chance de ver isso abaixo, portanto, confira a seguir um pouco mais, veja:

  • Resposta rápida aos pedidos de informação– Tudo será mais ágil, especificamente as questões que são de origem bem complexa. Isso deve-se ao fato de os dados estarem integrados numa única estrutura.
  • Acesso múltiplo– Esse software vai permitir que todos os dados consigam ser acedidos de várias formas. Esses dados conseguem ser visualizados por meio de algumas pesquisas sobre qualquer campo da tabela.
  • Flexibilidade– É por meio dessa independência entre os dados e programas que acontece uma consequência. É nisso que esses elementos que não irão implicar as modificações drásticas no outro.
  • Integridade da informação– É justamente a absoluta exigência de não permitir a redundância, sem esquecer das modificações de dados realizadas em um único sitio. O objetivo claro é evitar conflitos entre as versões diferentes dessa mesma informação.
  • Melhor gestão da informação– A localização central dos dados acontecerá em consequência, ou seja, sabendo sempre como e também de onde vem esse tipo de informação.

Esses 5 pontos permitem um melhor entendimento da segunda parte entre bancos NoSQL vs Relacionais. Dessa fora, é interessante sempre ponderar e comparar isso com a sua necessidade, ou seja, o que a situação está pedindo.

Desvantagens

Infelizmente nem tudo são flores e também vão existir algumas desvantagens que vão merecer muita atenção. Para facilitar o entendimento, é preciso conferir e abaixo será possível saber os principais pontos, veja:

  • Custo– Os valores são bem elevados, porém não em termos de preços ou softwares de base como um todo. E, sim é fundamentalmente em despesas referentes a todo o desenvolvimento daquela aplicação.
  • Necessidade de ter profissionais caros– Trata-se de um tipo de software que é altamente sofisticado que irá requerer dois pontos: o desenvolvimento e o desenho, mantendo o pessoal com formação adequada.
  • Adaptação complicada– A construção é complicada e existe a chance de existirem alguns problemas referentes a adaptação. O mais importante é ter atenção, caprichar na transição e isso será um ponto fundamental.

As desvantagens podem representar muito, porém nada que um planejamento muito bem feito possa evitar. É nisso que está a chave, portanto, é preciso planejar e também ter atenção com a implementação desse tipo de aplicação.

Bancos NoSQL vs Relacionais: Qual o melhor?

É notório que até alguns anos atrás existia apenas uma única alternativa para armazenas os dados corporativo. Obviamente que era de uma forma estruturada em conseguir utilizar um tipo de sistema gerenciador de dados relacionais. As alternativas no mercado eram apenas da Oracle e também Microsoft.

Também existiam licenças open source MySQL e PostgreSQL, porém os mais comuns eram os dois anteriores. Atualmente, os bancos de dados não relacionais, que são chamados NoSQL entraram em no mercado. A disputa é bem dura, porque ambos conseguem atender vários tipos de necessidades.

O embate entre bancos NoSQL vs Relacionais pelos armazenamento de dados possa ficar da forma mais adequada. É preciso ter atenção para que a duvida não te faça escolher a alternativa mais eficiente para você. Trata-se de estudar e encontrar a opção que venha a atender a sua necessidade principal.

Como anda o mercado?

O mercado de bancos de dados está na sua totalidade dividido ao meio, portanto, 54% do mercado para banco de dados proprietários e 46% para dados referentes ao open source, ou seja, é primordial aprender mais sobre essa diferença.

Existe uma tendência muito forte de queda desse tipo de uso dos bancos de dados proprietários e do aumento do uso das licenças open source. Isso irá representar uma divisão que vai merecer atenção, pois fará sempre diferença.

Essa divisão do mercado reflete que atualmente está existindo maior estabilidade nos bancos de dados relacionais. Já que são 79,8% desse mercado para os bancos de dados relacionais e o restante é para os bancos NoSQL.

Será que o embate entre bancos NoSQL vs Relacionais pode mostrar a melhor opção para a sua necessidade? Qual são os pontos fracos e fortes? As respostas para essas perguntas serão mostradas no decorrer dessa postagem.

Qual escolher?

A melhor forma de fazer uma escolha entre os bancos NoSQL vs Relacionais é olhar para aquilo que será armazenado. Caso os dados venham a ser tabulares vindo de uma planilha, será preciso usar o armazenamento relacional.

Procure pensar em alguns pontos: vão usar hierarquia? Existirá uma modelagem em grafos para os dados? Quais são as opções NoSQL que vão atender essas alternativas, portanto, procure pensar em quais podem ser as melhores.

Esses bancos relacionais vão lidar melhor com o cenário de atualização que precisa ser frequente. Esse esquema de dados deve ser rígida e não pode estar definido, portanto, deve ser variável e ao mesmo tempo, mudar com frequência.

Se a mesma for rígida, a melhor alternativa será os bancos de dados relacionais e também para outras opções. Sempre em um banco NoSQL, porque essa vai ser a melhor opção, ou seja, a escolha mais acertada para a sua situação.

Pode existir também uma necessidade de transações ACID e essa característica existirá um SGBDR. Se existir a necessidade de normalizar no máximo esses dados, essa normalização será muito mais performática em um SGBDR.

noSQL é mais propício para Big Data

A escalabilidade dos bancos de dados, permitem que os dados relacionais tenham um custo sempre muito elevado. A máquina que servir como servidor, irá precisar de um hardware que seja muito mais robusto e caro.

Será preciso gastar muito com upgrade e o custo para tal pode vir a ser bem elevado, ou seja, irá merecer muito cuidado. Isso irá representar um custo a mais, por essa razão que os bancos de dados NoSQL serão ótimas opções.

Os novos bancos de dados NoSQL surgiram a partir de empresas da Internet, como por exemplo: Amazon, Facebook e Google. A ideia é fazer rodar em máquinas com hardware comum, escalando linearmente de forma crescente.

 

A escalabilidade é linear e vai permitir que o mesmo seja ordenado e adicionado novas máquinas sempre em paralelo. As que já existem terão um custo linear, sendo assim, muito menor do que o custo que a escalabilidade vertical tem.

Vantagens e desvantagens dos bancos NoSQL em comparação aos relacionais

A comparação bancos NoSQL vs Relacionais traz algumas vantagens do primeiro em comparação ao segundo. A ideia é mostrar e abaixo será possível conferir tudo, portanto, confira tudo a seguir:

  • É muito mais barato e simples de fazer a administração;
  • O software na sua maioria é livre e o custo de implantação é menor;
  • É desenhado para rodar em hardware que tenham um custo baixo.

Uma vez aprendido as vantagens, é o momento mais adequado para conhecer todas as desvantagens. Dessa forma, serão mostrados três pontos que vão merecer muita atenção, portanto, veja a seguir:

  • A tecnologia é nova, assim como a comunidade e o suporte pode vir a ser falho, faltando muita documentação;
  • Não possui ferramentas de relatórios para compreender como todo o processo está indo de forma gerencial;
  • Existe a falta de uma transição mais geral igual aos SGBDR’s, as transações em bancos NoSQL será restrita a único nó ou mesmo documentos.

Conclusão

O embate entre bancos NoSQL vs Relacionais mostra um empate técnico, ou seja, um é melhor em um primeiro momento e outro posteriormente. A melhor coisa é que os donos das empresas terão sempre duas opções para utilizar.

Os sistemas atuais são bem complexos, portanto, possuem vários tipos de interfaces e podendo ser em tempo real. As suas tecnologias de armazenamento de dados vão atender essa necessidade, porém cada uma em um nicho.

Este é o cenário ideal, uma vez que dependendo da situação é possível optar por um ou mesmo outro. É melhor sobrar do que faltar, portanto, o embate entre bancos NoSQL vs Relacionais mostram que ambos são vencedores.